Eu não posso ver o meu fim.Minha extensão não dá pra enxergar.Eu formulo o infinito, e guardo fundo dentro de mim."
Refresh mail read! texts
"O silêncio é um texto fácil de ser lido errado. Não compare minha falta de palavras com meus sentimentos escassos, tudo em mim se esfriou, e você com toda a sua frieza, contribuiu com isso.Você com toda tua falta de carinho, e com toda sua falsidade, contribuiu para que o silêncio tomasse parte das minhas atitudes.Tudo que eu precisava você não pode me dar e mesmo assim, eu ainda precisava de você. Eu certamente nunca entenderei esse sentimento, essa necessidade, este desejo que você provoca em mim.Nunca entenderei o porque meu coração escolheu você, que nunca satisfez minhas necessidades. Logo você que nunca soube dar valor ao que eu lhe dizia. Talvez ele goste de sofrer. Talvez ele goste de sentir dores. Ou talvez ele apenas te escolheu por você ser você. Sempre tão lindo. Tão diferente do que me mostrou. Com pose de galã de novela, com mente aberta e coração bom. E agora sofre com as consequências de te amar. De te querer. De te desejar tanto quanto eu desejo.Acho que minha cina é sofrer, pois desde que me entendo por gente, nunca foi diferente, tombos e golpes, me levanto sabendo que voltarei ao pó novamente.Me levanto sabendo que sou tão fraca que quando eu me recuperar de toda a dor que sofri, vou sofrer novamente, e novamente, como um ciclo, onde a principal pessoa, e a que mais sofre, sou eu."

- Mas pensando bem, você com todo o mal que me fez, acabou me fazendo bem, cresci e agora que me abandonou, ando com minhas próprias pernas, e faço minhas próprias decisões, nas quais você não se inclui mais. tamy and Carol written serenizadas

"Dizem que sou uma pessoa calma, serena, quando na verdade, não conhecem a tormenta em que vive minh’alma. Dizem que pareço ser paciente, controlada, mas apenas forjo para que as pessoas não se assustem com que realmente eu sinto. Na verdade se as pessoas pudessem ler o que se passa por dentro de tudo, elas ficariam completamente assustadas, horrorizadas, ou dependendo do ponto de vista, poderiam ser como eu. Apenas uma pessoa que sempre esconde tudo. Sempre esconde o que sente, ou o que pensa. E até mesmo, se isolariam. E chorariam. Elas chorariam até não terem lágrimas mais. Até virarem pó. E por esses motivos sou jugada todo o tempo. Eles me chamam de anti-social, de esquisita, de “menina-que-só-usa-preto”, mas eles não podem sentir a dor que eu sinto. Não podem tomar todo o meu sofrimento. E se mesmo assim, eles tomassem a dor, eles não estariam jugando, ou sorrindo."

- Não me julgue, não me rotule, sem antes conhecer minha história.                                     serenizadas

Há 1 ano 2 notas reblog
#escritos   #tamy   #carol   #lindo   #k   #rotulo  
PCL THEME BY PACIONAL